5ElementsOfEfficiency-Campaign-Icon.svg
5 Elements of Efficiency

Design, recuperação de calor, controlo, centralização, competência – estes cinco elementos determinam a eficiência de cada processo de vácuo. Otimizar estes elementos e a forma como interagem entre si irá conduzir à melhor solução.

Todos os elementos debaixo de olho:

Uma abordagem holística à eficiência de vácuo

Otimizar a eficiência de aplicações a vácuo pode garantir uma grande redução de custos. Vale a pena analisar a geração de vácuo em toda a sua complexidade.

A seleção das bombas de vácuo corretas e de todos os componentes para uma aplicação de vácuo é importante, mas não é o único fator na hora de determinar a eficiência. Mesmo a melhor tecnologia pode não alcançar todo o seu potencial se não interagir perfeitamente com o processo. O segredo é o dimensionamento de acordo com os requisitos do processo. Qualquer seleção de componentes de vácuo deve, dessa forma, ser sempre determinada por requisitos de processo individuais, em vez de simplesmente comparar os dados de desempenho de componentes individuais.


Não existe uma solução "plug and play" eficiente nos processos de vácuo sem que primeiro se levem em conta todas as condições dos mesmos. Além disso, a tecnologia de ponta que opera ao mais alto nível de eficiência energética nunca pode alcançar o seu pleno potencial se não for feita sob medida para o processo. Alcançar o melhor rendimento, estabilidade e alta disponibilidade do processo, além do mais alto nível possível de eficiência económica, exige a consideração minuciosa de todos os elementos.

O conceito Busch 5E leva em conta todos estes elementos. A sigla 5E indica os cinco elementos principais que determinam a eficiência de processos a vácuo: Design, Recuperação de Calor, Controlo, Centralização e Competência.

Beneficiar da experiência

Subscreva a nossa newsletter "Efficiency in Vacuum"

O nosso objetivo enquanto especialistas em sistemas e bombas de vácuo é sempre aumentar a eficiência geral com vista à estabilidade, disponibilidade e eficiência económica do processo. A melhor configuração possível só é alcançada mediante o profundo conhecimento de todas as variáveis do processo. Tire partido da experiência que adquirimos com os milhares de projetos realizados em todo o mundo na área de configuração de processos suportados por vácuo.
 

Eficiência por design

Líder em desempenho e eficiência através da melhoria contínua

O design e a qualidade das bombas de vácuo são essenciais ao desempenho, à eficiência e aos custos totais de ciclo de vida.

Há várias maneiras de gerar vácuo. Mas, muitas vezes, um só princípio de funcionamento proporciona a maior eficiência possível para uma determinada aplicação. A configuração do princípio selecionado é, então, o segredo para o nível de eficiência. O fornecimento eficiente de vácuo começa com o design do componente principal: a bomba de vácuo. A forma como o vácuo é gerado, o desenho do trajeto do caudal, a distribuição de temperatura, a proporção de espaço das câmaras de compressão na bomba de vácuo – todos estes fatores têm um papel decisivo.

As nossas equipas globais de pesquisa e desenvolvimento trabalham constantemente para otimizar tecnologias comprovadas e desenvolver novos produtos para tornar a geração de vácuo ainda mais eficiente e oferecer um amplo catálogo de produtos. A experiência de milhares de instalações em todo o mundo e a estreita cooperação com os clientes influenciam diretamente o desenvolvimento e a melhoria das bombas de vácuo da Busch.


Campaign_5_Elements_of_Efficiency_Design.png

Eficiência por recuperação de calor

Eficiência através do uso ideal de calor de escape

Durante a operação, as bombas de vácuo convertem a energia cinética em energia térmica. Os sistemas de recuperação de calor são capazes de aproveitar esta energia.

Mesmo as bombas de vácuo mais eficientes geram calor durante a operação, que é geralmente libertado no ambiente. Em vez de desperdiçar essa energia por simplesmente remover o calor de escape, a energia consumida pode, até grande parte, ser recuperada para reutilização em outras áreas da empresa. Por exemplo, para gerar água quente ou aquecer espaços e edifícios. Regra geral, é possível recuperar, em média, entre 50 % a 70 % do consumo energético de um motor.

Além de ser desperdiçada, a energia térmica emitida por bombas de vácuo tem um grande impacto na temperatura ambiente da área de produção. Em ambientes com ar condicionado, esse calor tem de ser compensado pelo sistema de ar condicionado, o que leva a um maior consumo energético e, posteriormente, a maiores custos de energia.

Dessa forma, o uso de permutadores de calor em processos de geração de vácuo permite a redução do consumo energético geral, além de emissões de CO2, e, dessa forma, tem um impacto positivo não apenas no meio ambiente, mas também nos custos de energia.


Campaign_5_Elements_of_Efficiency_Heat_Recovery.png

Eficiência por controlo

Sistemas de controlo de vácuo inteligentes para um funcionamento eficiente

O controlo de sistemas de vácuo perfeitamente ajustado à produção garante uma melhor produtividade e estabilidade do processo.

Cada aplicação de vácuo possui as suas próprias características específicas. A necessidade de vácuo varia, muitas vezes, dentro dos processos de produção. O ideal é que o fornecimento de vácuo seja proporcional à necessidade, o que reduz custos operacionais. Simplesmente ligar e desligar as bombas de vácuo de acordo com o ciclo de produção não é uma solução viável. A razão por trás disso é que operar bombas de vácuo no seu ponto máximo de eficiência e atender às necessidades do ciclo de produção são duas coisas muito distintas. Economizar de um lado da equação pode levar a perdas no outro. Um sistema de controlo é a solução, equilibrando a eficiência do processo e do vácuo.


Campaign_5_Elements_of_Efficiency_Control.png

Eficiência por centralização

A abordagem centralizada para uma eficiência máxima

Um fornecimento de vácuo centralizado oferece a possibilidade de reduzir custos operacionais e de aumentar a eficiência energética.

Onde são utilizadas várias bombas de vácuo individuais, a centralização do fornecimento de vácuo poderá oferecer vantagens em termos de eficiência, estabilidade do processo e disponibilidade. Uma única bomba de vácuo instalada diretamente no ponto de utilização funciona sempre quando o processo está em execução, mesmo que a necessidade de vácuo seja baixa ou inexistente. Por outro lado, num sistema de vácuo centralizado, a carga de trabalho é distribuída entre várias bombas de vácuo.


Campaign_5_Elements_of_Efficiency_Centralization.png

Eficiência por competência

Experiência que confere eficiência aos seus processos

A operação eficiente de processos de vácuo exige experiência na interação de todos os componentes de processo.

As bombas e os sistemas de vácuo são os principais componentes em vários processos de produção. Disponibilidade, fiabilidade e operação eficiente são, assim, os fatores que têm de ser avaliados em qualquer abordagem para elevar a eficiência e reduzir o custo de operação. Só pode ser garantido um fornecimento de vácuo eficiente quando a interação de cada componente do processo for compreendida. A Busch conta com mais de 50 anos de experiência no design, na produção e operação de bombas e sistemas de vácuo. Engenheiros especializados da Busch em todas as partes do mundo ajudam os nossos clientes ao analisar os seus requisitos de processo específicos e sugerindo uma solução que tenha em conta todos os fatores. Isto garante o mais alto nível de eficiência na geração de vácuo.


Campaign_5_Elements_of_Efficiency_Competence.png