Cavotec Specimas S.p.A. vence o Busch Innovation in Vacuum Award 2015

Maulburg, Germany O prémio Innovation in Vacuum Busch 2015 foi conquistado pelo grupo de engenharia italiano Cavotec Specimas SpA. A Cavotec ganhou reputação devido aos seus sistemas de energia e automação inovadora para portos, em particular a tecnologia de ancoragem automática MoorMaster ™, utilizando a tecnologia de vácuo da Busch.
Busch+Innovation+in+Vacuum+Award+2015.JPG2.jpg

Atracar um navio petroleiro ou ferryboat de grandes dimensões sem qualquer ajuda pode parecer uma tarefa impossível, mas graças a uma tecnologia inovadora, o procedimento tornou-se mais fácil do que alguma vez poderíamos imaginar. Em vez de cabos e amarras para atracar o navio no cais, são utilizadas bombas de vácuo para o manter na posição.

A técnica de amarração MoorMaster™ oferece várias vantagens. Em primeiro lugar, o tempo necessário para ancorar um navio é reduzido significativamente. Os tempos de amarração para cargueiros de grandes dimensões divergem consoante as condições prevalecentes, mas podem variar entre os 20 e os 90 minutos. Com o sistema MoorMaster™, este processo pode ser efetuado em poucos segundos e a largada pode ser realizada em apenas 10 segundos. Estas poupanças de tempo permitem que a descarga de cargueiros e de ferryboats seja executada de forma mais rápida. Toda a operação pode ser levada a cabo por uma pessoa através de controlo remoto, tanto diretamente a partir da ponte de comando do navio como por pessoal do porto, em terra. É possível manter cargueiros com dimensões até 450 000 dwt (toneladas de peso bruto) ou navios porta-contentores com dimensões até 18 000 TEU (contentores de 20 pés de comprimento) imobilizados de forma segura sem cabos de amarração, com a ajuda desta tecnologia de amarração automática baseada em vácuo.

A utilização de tecnologia de vácuo neste inovador sistema de amarração reduz o tempo durante o qual são necessários rebocadores. O navio é posicionado paralelamente à parede do cais e são estendidas ventosas, que se fixam ao casco do navio e o puxam para o cais. É possível amarrar de forma segura até mesmo navios que sejam consideravelmente mais compridos do que o cais com a tecnologia MoorMaster™.

Cavotec MoorMaster

Como funciona

Cada unidade de sucção de vácuo inclui uma estação de geradores de alta tensão, na qual são instalados o sistema eletrónico, bombas hidráulicas e bombas de vácuo de garras Mink da Busch. Um sistema de controlo eletrónico controla os movimentos do navio provocados pelas marés, alterações do movimento das águas portuárias, correntes, ondas ou vento e compensa esses movimentos através da utilização de um sofisticado sistema hidráulico.

As bombas de vácuo de garras Mink têm a função de aplicar vácuo elevado imediato no momento em que as ventosas se prendem ao casco do navio, proporcionando uma fixação segura, com a qual o navio pode ser puxado para o cais e fixado de forma segura. Um reservatório de vácuo no interior da estação de geradores de alta tensão garante uma alimentação de reserva permanente, ou seja, mesmo que falhe uma fonte de alimentação, a ligação entre o navio e a ventosa é mantida.

"A Cavotec trabalhou arduamente para encontrar a ligação entre a terra e a água em movimento. Com o MoorMaster™, encontraram uma forma de amarrar navios mais rapidamente e de evitar acidentes que podem ocorrer quando os navios são amarrados com cabos", referiu o Dr. Karl Busch.


Categorias
Deseja saber mais?
Entre diretamente em contacto connosco (Busch Portugal):
+351 234 64 80 70 Entre em contacto