A nova bomba de vácuo de palhetas rotativas R 5 RD 0360 A foi desenvolvida especificamente para o uso de máquinas de embalagem a vácuo

A geração de vácuo de forma econômica para embalagem e transporte pneumático de alimentos foi o principal assunto discutido no estande da empresa Busch do Brasil na Anutec 2016. A Busch do Brasil exibiu nesta feira, pela primeira vez, a nova série de bombas de vácuo de palhetas rotativas que foram criadas especialmente para as máquinas de embalagem a vácuo que tem como objetivo uma economia de energia de até 20%.
anutec_web_news.jpg

A nova série RD se baseia de maneira técnica nas bombas de vácuo de palhetas rotativas R 5 testadas e aprovadas e que foram utilizadas durante décadas como gerador de vácuo padrão na produção e embalagem de alimentos. Através de melhoramentos técnicos minuciosos foi possível alcançar uma redução significativa da demanda de energia sem afetar a confiabilidade e a resistência da bomba de vácuo. No entanto, a velocidade de bombeamento das bombas com dimensões específicas pode ser aumentada em uma área de baixa pressão, causando um efeito positivo nos tempos de ciclo durante o processo de embalagem. Para o embalador de produtos frescos, isso significa que haverá ciclos mais rápidos de embalagem com consumo mais baixo de energia.

De modo operacional, o posicionamento de todos os elementos de manutenção facilita a preventiva necessária nas bombas e reduz os seus períodos de inatividade. Ao mesmo tempo, a circulação de ar foi otimizada.
Dependendo do tipo de instalação em uma máquina de embalagem, o ar de exaustão aquecido pode ser opcionalmente orientado para ser dissipado pela lateral e/ou pela parte inferior. O sistema de lastro de gás de série permite a sucção de ar úmido, o que torna estas bombas de vácuo como as ideais para a embalagem de produtos frescos.
Com a nova geração de bombas de vácuo de palhetas rotativas, a Busch se coloca como a fabricante líder da tecnologia de vácuo industrial e estabelece novos padrões em termos de eficiência energética, segurança operacional, facilidade de manutenção e higiene.

A Busch também desenvolveu a sua nova série de bombas de vácuo de garras Mink MV para o transporte pneumático por sucção de alimentos ou ingredientes em pó, vertíveis ou granulados. A Mink MV representa um progresso da série testada da Mink MM que foi muito bem-sucedida no campo do transporte pneumático por sucção. Com a nova série Mink MV, a Busch conseguiu desenvolver bombas de vácuo de garras que possuem um nível de ruído significativamente menor se comparado com as outras bombas de vácuo disponíveis no mercado. Além disso, elas são extremamente compactas e eficientes. Assim como a série anterior, a nova série trabalha segundo o princípio das garras a seco e sem contato. Através da operação sem contato, não ocorre qualquer tipo de desgaste e, praticamente, nenhuma peça gasta precisará ser substituída.

Durante a Anutec, a Busch também expôs a Mink MV 1202 A, que é a maior bomba de vácuo de garras da série Mink com uma velocidade de bombeamento de 1150 metros cúbicos por hora.


Categorias
Você deseja saber mais?
Entre em contato conosco diretamente (Busch Brasil):
+55 11 4016 8282 Entre em contato